quarta-feira, 5 de agosto de 2009

Minha Avó

Hoje enquanto caminhava notei uma beleza incrivel no céu.
Logo acima de mim o céu era de um azul escuro daqueles que dá vontade de se entregar,depois ele ia ficando mais claro,conforme se distanciava ele ficava amarelo bem fraquinho,virava um rosa meio vermelho ate se juntar de novo num céu azul e sumir atras das montanhas,estou rodiadas delas.
Me lembrei da minha avó,ela que sempre diz:
-A como eu queria ver o sol.
Nâo me lembro quando foi que ela ficou cega,mas,acho um pouko de graça,não sinto pena nem agonia,sinto amor,é tão normal ,fico triste porque as vezes ela fica triste.
Não sei o que ela viu a ultima vez mas,eu ia quere ver o mar,acho gostoso,acho bonito,eu queria que ela podesse ver o sol,todos os dias se senta no quintal e fica lá,gosto quando ela canta.
Me sinto feliz de ter estado sempre ao seu lado,ouvir suas historias de romance juvenil me fez dar risadas algumas vezes com a Ta.
Ver quem eu amo feliz é inesplicavel.
Porque quando agente cresce os heróis viram amigos e os vilões viram conhecidos.
Minha Avó é cega.

Nenhum comentário:

Postar um comentário