terça-feira, 30 de setembro de 2014

Universo em desencanto

Somos só mais um elo do universo que se quer sabemos o nome.
Uma peça no quebra cabeça das galaxias,existem sim outras pessoas por ae não menos importantes que nós seres terrestres,não me importam se escondem de mim fatos e boatos sobre esses seres que eu ainda não sei quem são mas serão bem vindos,porque nada acontece por acaso o ciclo da vida é uma colcha de retalhos onde fragmentos estão sempre se apoiando uns nos outros.
Aprendamos com a curiosidade não faça dela uma moeda sem valor.

4 comentários:

  1. Encanto, desencanto, o que te encanta , por outro lado á outro desencanta, do desencantamento que no peito ocupa um canto, desencantado escuta uma voz que canta, um canto de esperança, perguntado outrora se a sua era findada, hoje de pronto diz que apenas desencantara , sendo assim está clara a resposta que faltara, encanto-te ? encanta-me? Já não significa nada hoje, tanto como não significava, se o amor é encanto, por que o meu não lhe encantava, universos podem ser seus olhos, palavras desnecessárias, encanto da manhã, um sorriso de bom dia, a mim encantaria, mais do que viver infinitos dias, não quero viver varias vidas, pois achei vc nessa, e sem pressa, sei que força é essa , que encanta, se desencanta, enquanto o tempo voa nas asas do vento, nada é por acaso, não luto contra, mas não desafio o destino, sirvo o que sinto, e as palavras me servem, desencantou, encantou , indiferente, incontestavelmente...o universo girou...

    ResponderExcluir
  2. Andando por ai a gente nunca sabe em que canto nos espera uma lembrança dolorosa, quanto maior a alma mais lugares e consequentemente lembranças cabem nela, a sua alma me parecia assim um infinito particular, interessante como cruzar os oceanos num veleiro, porém igualmente solitário. Meu veleiro seguiu outras correntes, mas por um tempo olhei um origami que alguém esqueceu, até me convencer que podia abandonar esse hábito, o tempo passa, o tempo na verdade é a maior força de todas, que não vai deixar sobrar nada de coisa alguma, mas continua divertido voltar aqui depois de umas cervejas

    ResponderExcluir
  3. Voltei...e nem eu sei porque...fato é que algumas coisas tem mais força do que a gente imagina, seja por amor as causas perdidas , seja por um castelo que a gente mesmo cria, aqui estamos falando com as paredes, "suas" paredes... As letras chegam a fazer eco, não me explico porque não poderia nem se quisesse, inexplicável sim, porém verdadeiro,dentro do que eu conheço por verdade...

    ResponderExcluir
  4. Só venho aqui quando estou embriagado, bom sinal...tenho bebido pouco.

    ResponderExcluir